FLORIANO CORRÊA VAZ DA SILVA
CADEIRA 11
FLORIANO CORRÊA VAZ DA SILVA
Data de Ingresso: 04/12/1979

Floriano Corrêa Vaz da Silva – Nascido em 22 de março de 1934 em Piumhi, Sudoeste de Minas Gerais, bacharelou-se em 1957 pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na cidade de Belo Horizonte. Em 1960, foi aprovado, classificando-se em 3º lugar, no III Concurso Público para ingresso na magistratura do Trabalho da 2ª Região, que abrangia, então, os Estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso. Nomeado Juiz Substituto em março de 1961, foi promovido em 1962 a Juiz Presidente da Junta de Conciliação e Julgamento de Ponta Grossa (Paraná), que instalou e da qual foi o primeiro titular. De 1964 a 1972, foi Juiz Presidente da 2ª Junta de Conciliação e Julgamento de Curitiba. De 1972 até 1981, presidiu a 16ª Junta de Conciliação e Julgamento de São Paulo. Em 1981, instalou a 35ª Junta de Conciliação e Julgamento de São Paulo, da qual foi o primeiro titular. Em janeiro de 1984, foi promovido por merecimento ao cargo de Juiz do TRT de São Paulo, integrando durante mais de 12 anos a 1ª Turma do Tribunal. Foi Presidente da 1ª Turma e Presidente do 1º Grupo de Turmas. A partir de maio de 1996, passou a integrar a Seção Especializada em Dissídios Coletivos e Individuais (SDCI). Foi Vice-Presidente Judicial do TRT da 2ª Região de 15 de setembro de 1996 até 15 de setembro de 1998. Eleito em 4 de agosto de 1998, exerceu a Presidência do TRT da 2ª Região de 15 de setembro de 1998 até 15 de setembro de 2000. A partir de 16 de setembro de 2000, voltou à Seção Especializada em Dissídios Coletivos e Individuais, sendo, desde 6 de janeiro de 2001, o decano do TRT da 2ª Região. Em 29 de novembro de 2001 assumiu a Vice-Presidência Judicial, e isto cumulativamente com os encargos de membro da Seção Especializada em Dissídios Coletivos e Individuais. Em 16 de setembro de 2002, retomou suas funções exclusivamente como Juiz da Seção Especializada em Dissídios Coletivos e Individuais em face da posse dos novos dirigentes do TRT da 2ª Região (biênio 2002-2004). Foi um dos fundadores da Academia Nacional de Direito do Trabalho – ANDT, nos anos 1978/1979. Foi seu Presidente de março de 1998 até novembro de 1999. Desde 1999, é membro do Conselho Curador e Presidente Honorário daquele sodalício. É membro titular da Academia Paulista de Direito, do Instituto Brasileiro de Direito Social Cesarino Júnior e da Associação dos Magistrados do Trabalho da 2ª Região, da qual foi Presidente no biênio 1997/1998, sendo atualmente um de seus Presidentes Honorários. É mestre em Direito do Estado (Direito Público) pela Faculdade de Direito da USP (1976), tendo publicado o livro “Direito Constitucional do Trabalho” (LTr Editora, 1977). Foi Professor da Faculdade de Direito da USP, no Departamento de Direito Público e no Departamento de Direito do Trabalho. Publicou vários artigos em revistas especializadas em Direito do Trabalho e é autor de capítulos de obras coletivas e de coletâneas. Lecionou diferentes disciplinas em várias faculdades, no Estado do Paraná e no Estado de São Paulo. Tem lecionado em cursos de especialização em Direito do Trabalho. Entre outras comendas, ostenta a de Grande Oficial da Ordem do Mérito do Trabalho, por Decreto Federal de 1987, Grande Oficial da Ordem do Mérito Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho, tendo recebido a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região em 13 de junho de 2002. Aposentou-se como Juiz do Egrégio TRT da 2ª Região em 2004. Retornando à atividade da advocacia, inscreveu-se na OAB/SP sob o nº 220.159. Em fevereiro de 2011, associou-se ao advogado Vagner do Prado Barbedo, criando a “Floriano Vaz e Vagner Barbedo Sociedade de Advogados”, inscrita na OAB/SP sob o nº 13.041. Os advogados Floriano Vaz e Vagner Barbedo exercem a advocacia precipuamente na área trabalhista, não só em São Paulo (Capital) como também em outras Comarcas, inclusive de outros Estados.

 

© Copyright 2015, Todos os direitos reservados.