WAGNER DRDLA GIGLIO
CADEIRA 43
WAGNER DRDLA GIGLIO
Data de Ingresso: 04/12/1979

Filho de Odette Costa Amorim Giglio e Reynaldo Giglio, nasceu em 27 de maio de 1930 na cidade de São José do Rio Preto, Estado de São Paulo. Mudou-se logo depois para a capital, onde fez o curso primário no Instituto de Educação Modelo Caetano Campos, conhecido, na época, como Escola da Praça (da República), de 1938 a 1941, cursando o ginásio e o científico no Colégio Rio Branco, de 1942 a 1948. Ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo em 1950, formando-se bacharel na turma de 1954. Casado com Odila Jahyr de Oliveira Giglio desde 15 de janeiro de 1955, frequentou, com aproveitamento, diversos cursos jurídicos, entre eles: “Classificação das Ações e das Sentenças”, ministrado pelo jurista Pontes de Miranda, em 1959; “Especialização em Teoria Geral do Estado, Filosofia do Direito, História do Direito Nacional, História das Doutrinas Políticas, Econômicas e Legislação Social”, na Faculdade de Direito da USP, de 1962 a 1963; “Salubridade dos Locais de Trabalho”, promovido pela Associação Brasileira para Prevenção de Acidentes, em março e abril de 1965; “Direito Coletivo do Trabalho”, na Faculdade de Direito da Universidade de Paris, de 1965 a 1966; “Orientação para a Função Internacional”, de março a junho de 1966, em Paris; “Direito Comparado do Trabalho (1º ciclo)”, na Faculdade Internacional para o Ensino de Direito Comparado de Trieste, Itália, em julho de 1972. Foi professor de Direito do Trabalho na Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie, no ano letivo de 1961; na Faculdade Braz Cubas, de Mogi das Cruzes, de 1968 a 1971; na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, de 1974 a 1996; e dos II, III, V e VI Cursos de Direito Comparado do Trabalho em México, D.F., Lima, Peru, Santo Domingo, República Dominicana e Caracas, Venezuela, respectivamente, nos anos de 1986, 1987, 1989 e 1990, sempre com duração de duas semanas e 60 horas de aulas. Foi advogado, de 1955 a 1957, Juiz do Trabalho Substituto na 2ª Região (São Paulo), de 1957 a 1962, Juiz Presidente da Junta de Conciliação e Julgamento de Americana, de 1962 a 1965, e da 14ª JCJ de São Paulo, de 1965 a 1976. Em 1976, foi promovido por merecimento a Juiz do TRT da 9ª Região (Curitiba), tendo sido eleito vice-presidente daquela Corte, e, em 1978, convocado para substituir Ministro no Tribunal Superior do Trabalho durante nove meses. Aposentou-se em 1981, voltando a exercer a advocacia. Além de cerca de uma centena de artigos e quinze colaborações em obras publicadas no Brasil, no México, no Peru, na Argentina, na Espanha e na Itália, escreveu os seguintes livros: “Justa Causa”, com 4 edições, “Direito do Trabalho para Estudantes”, com Boris Grinberg, anteprojeto de Código Judiciário do Trabalho, com José Luiz Vasconcelos, “Direito Processual do Trabalho”, com 16 edições, “O.I.T. e Convenções Internacionais do Trabalho Ratificadas pelo Brasil”, “Natureza Jurídica da Indenização de Antiguidade” e “Férias e Descansos Remunerados”, com duas edições. Traduziu as obras “Solución de los Conflictos Laborales” e “Los Principios del Derecho del Trabajo”, de Américo Plá Rodriguez. É membro fundador da Academia Nacional de Direito do Trabalho, do Instituto Pernambucano de Direito do Trabalho, da Academia Internacional de Jurisprudência e Direito Comparado e da Academia Latinoamericana de Derecho Procesal del Trabajo; Comendador da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho e da Ordem do Mérito do Trabalho.

© Copyright 2015, Todos os direitos reservados.